29 de outubro de 2012

Letters to you...

foto

"Saudade das nossas manhãs na escola, das aulas chatas e entediantes em que ficávamos trocando bilhetinhos até o professor nos pegar. Saudade das nossas tardes estudando juntas e vendo Vale a Pena Ver de Novo, com todas as falas decoradas e os livros deixados de lado. Saudade das conversas looooooongas no telefone e de nossas mães gritando pra gente desligar porque a conta ia vir muito alta.
Saudade das nossas "festinhas do pijama", que os únicos assuntos eram os meninos mais bonitos da escola e os possíveis rolos e namoradinhos. Saudade dos nossos desfiles de moda, nossos esmaltes espalhados pelo chão e trocas de roupas, acho que ainda tem alguma blusa sua por aqui em algum lugar... Saudade dos nossos desabafos, você me entendia melhor do que ninguém e sabia como dar um puxão de orelha quando fosse preciso.
Saudade dos nossos segredos e nossos diários escondidos. Lembro que minha mãe encontrou um diário seu no meu quarto e até explicar pra ela que não era o meu foi uma eternidade! Saudade dos nossos extremos, tudo era uma tempestade em copo d'água, mas era normal... coisa de adolescente. Ah, amiga, que saudade desse tempo... me sinto tão mal esses dias que só um abraço seu já seria a cura pra tudo o que eu tô sentindo. Sabe, às vezes pego as nossas fotos antigas e fico imaginando como deve ser a sua aparência agora... deve estar bonita, com cara de mulher adulta né? É, nessa parte o tempo nos fez muito bem! Hhahaha Bom, fico por aqui. Fique bem, saudades."

Ia colocar essa carta na caixa de correio hoje, mas me lembrei de que não tem destinatário. Estranho essa coisa de sentir falta do que nunca teve né? Ou nunca viveu. 
Muito estranho. 
Mas que dá saudade, dá.

2 comentários

  1. Renata,

    Seu texto me fez sentir saudade de uma amiga de longa data, que infelizmente a rotina nos distanciou um pouco. Uma distancia de rotinas, porque de coração isso nunca aconteceu. Nosso carinho continua o mesmo de quando tínhamos seis, sete anos de idade.
    Acho que se eu não a tivesse conhecido, também sentira saudade disso. Amizades assim, realmente faz muita falta.

    Forte abraço!
    Camila Gomes

    ResponderExcluir
  2. Camila, fico muito feliz que meu texto tenha te tocado dessa forma :)
    Eu já tive algumas amizades durante o período acadêmico, mas depois das formaturas perdemos muito contato... Eu sinto muito falta de falar com alguém assim, mas hoje tenho o blog né?! Obrigada pela visita, volte sempre!

    Abraço ;)

    ResponderExcluir

me diz o que achou :)

© Pieguices Aleatórias
Maira Gall