8 de fevereiro de 2013

Maior


Livre pra poder sorrir,
Livre pra poder buscar o meu lugar ao sol...

"Eu sinto que sou um tanto bem maior", vi essa frase num perfil qualquer hoje, se não me engano é de alguma música também. Parei pra pensar depois que li e, sim. Eu sou um tanto BEM maior do que eu pensava. A gente sempre fala que só dá valor quando perde alguma coisa, mas e o nosso valor? Nunca parei pra pensar em quanto valho, só depois de passar por uma crise de nervos completamente desnecessária - ou não - eu fui me tocar de que eu não precisava disso. Eu sou bem maior que aquele cubículo, eu sou bem maior do que essa cidade e eu posso ser bem maior do que quer que seja. Só tenho que acreditar e me olhar. Olhar pra dentro. Olhar pra dentro e sentir o que falta, sentir a necessidade, sentir a vontade de por pra fora tudo aquilo que me reprime e me angustia. Não cabe mais, não cabe mais tudo isso aqui dentro de mim, não caibo mais aqui. Alice gigante dentro da casa depois de comer o cogumelo deve me entender... Preciso de espaço. Preciso esticar as asas, antes que atrofiem, estão maiores do que da última vez. Preciso esticá-las e voar. Pra longe. Pra nunca mais voltar no mesmo lugar.


2 comentários

  1. Seu texto parece que foi escrito ao som de "Fly Away From Here", do Aerosmith.
    Sinceramente, é maravilhoso quando notamos nosso potencial e almejamos mais do que a vida aparentemente nos oferece.

    Não tenho dúvidas de que você tem poderes suficientes para viver numa nova realidade, com pessoas diferentes que possam suprir seus valores atuais.

    Se você acredita, ninguém pode conter sua evolução, Renata.

    ResponderExcluir
  2. Adorei o texto e a imagem.


    Abraço.

    AnaVi
    filhadejose.blogspot.com

    Ah, aproveito para te convidar a participar do sorteio do livro "Um amor pra recordar"

    http://www.facebook.com/pages/Filha-de-Jos%C3%A9/270301263015693?sk=app_154246121296652&app_data=%7B%22id%22%3A166394%7D

    ResponderExcluir

me diz o que achou :)

© Pieguices Aleatórias
Maira Gall